12 agosto 2012

2º Pet Quality

Olá pessoal, tudo bem ?

Novamente, trago pra vocês mais uma participação de uma amiga querida, a Dri, do blog O Sofa da Dri que enviou gentilmente uma linda história do seu filhinho Nino, e não vou mudar nenhuma vírgula da linda história para que você que esteja lendo, perceba no quanto o Nino é amado, e feliz !

Preparadas?

" Faz tempo que quero contar a história do meu Nino, mas, acabo esquecendo. Lendo o post tão lindo da Rainha, tive que parar aqui e escrever sobre meu pequeno.

Olha, nem posso dizer que o Nino é só um pet, ele é um filho!!!

Tudo começou quando há quatro anos, na cidade de Salto, passeando minha sogra comentou de um criador que tinha uns filhotes lindos, fomos só visitar, e passar umas horinhas no meio daquelas fofuras, mas, instantaneamente nós apaixonamos por dois filhotes, que acabamos comprando, e chamamos de Zeck e Dudú, um era meu e outro da minha sogra, mas, como eu era só noiva do meu (hoje) marido, combinamos que ele ficaria na casa da minha sogra, até nosso casamento, todo final de semana que ia cuidar dos dois, dar banho, cuidar da parte médica...estas coisas, mas, passado um ano, quem disse que minha sogra topou que eu pegasse meu Zeck e trouxesse para Campinas? 

Para evitar traumas nos cachorros, e na minha sogra, resolvemos ter outro cãozinho. O Zeck e o Dudú continuam morando em Salto com minha sogra, e eu e meu marido cuidamos deles levando ao veterinário e dando vacinas uma vez ao ano.

Novamente fomos no tal criador, e conhecemos o nosso Nino, amor a primeira vista. Costumo dizer que não é você que “adota” o bichinho, e sim o bichinho “adota” você.

Cresci com animaizinhos, já tive tartaruga, cachorro, gato, passarinho, hamester, minha mãe sempre teve consciência da importância de um bichinho para desenvolver o afeto em uma criança, o cuidado. Para mim ser humano que não gosta de bicho, não é uma pessoa do bem.

E também acho que quando colocamos um animal em nossas vidas, estamos tirando ele do habitat natural dele, então temos que fazer o máximo para adaptar nosso lar para o bichinho, e não podemos  limitar tempo de atenção e gastos financeiros.

Muitas pessoas criticam o tratamento que eu e meu marido temos com o Nino, mas, o amamos como um filho, e assim como quem tem uma criança, achamos tudo que ele faz o máximo, e adoramos paparica-lo. Mesmo quando os filhos entrarem em nossa vida, o Nino terá o espaço imenso em nossas vidas, afinal, assumimos um compromisso com ele para sempre.

Então gastamos sim com veterinário, banho, petiscos, a melhor ração, acordamos mais cedo para levar ele na rua para dar uma volta, voltamos mais cedo de uma festa para ele não ficar muito tempo sozinho.

Moramos em apartamento, então educa-lo demandou tempo, e hoje xixi só no banheirinho dele na lavanderia, os brinquedos tem um canto na casa, a patinha sempre limpinha porque ele gosta de dormir na nossa cama, e sempre tem passeio na rua para alongar as patas.

No futuro teremos uma casa, e sempre que planejamos algo da casa, pensamos no espaço que ele vai ter.

O Nino é a alegria da casa, minhas irmãs o tratam como sobrinho, minha  mãe como neto. E até os amigos quando me ligam ou me encontram, a primeira pergunta é “Como está o Nino?” ou “Qual a última que o Nino aprontou?”

Ele é muito inteligente (dentro da inteligência canina), acredita que quando eu viajo por muitos dias, quando volto, ele me ignora, vira as costas para mim, e fica um tempão sem me dar um lambeijo, como se estivesse me castigando, e lógico que meu coração fica em pedaços.

Cachorros tem um amor incondicional, mesmo quando brigamos com eles, eles nos lambem, e sinceramente, ainda acho meu Nino melhor do que muito ser humano.

E se você está achando que sou uma babona no Nino, e porque não viu meu marido, ele trata o Nino como um príncipe, e ver os dois é até bonito, um chamego só.

Nossa, desculpe escrever tanto, mas, falar do Nino é uma alegria.

Ele é um cachorro lhasa-apso, de 1 ano e 10 meses.

Espero que goste da nossa história."

Agora dá uma olhadinha no Nino :






Agora me respondam se não é uma linda história de amor? Estou encantada com tamanho carinho, e de todos, inclusive com o Nino que dá pra ver o quanto é amado e querido nessa família !

Fico muito feliz quando percebo que os animais estão presentes na vida de uma família, acho que eles completam a família, e adorei saber toda essa história !

Quero deixar aqui um enorme agradecimento pra Dri, e dizer que amei a história do Nino, um beijo pra você Dri, e um beijo especial pro Nino, obrigada por compartilhar essa linda história ! 

A presença de vocês aqui nesse cantinho foi mais que especial !

Ahhhh, não poderia deixar de dizer que a Dri tem um blog lindo, adoraria que vocês conhecessem o cantinho dela, dá uma espiadinha aqui ó: O Sofa da Dri

Lembrando que:quem quiser participar do quadro, é só enviar uma foto do seu animalzinho, contando a história do seu bichinho, pro e-mail: rosana.quality@hotmail.com

Beijocas e uma excelente semana !
 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá pessoal, é sempre bom ver um comentário no blog, procuro responder a todos, às vezes demora um pouquinho, mas leio e respondo sempre!
Deixe o link do seu blog pra eu fazer uma visitinha e não esqueça de ser seguidor(a) tá?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...